“O Infinito no Meio”: algo fundamental escapa pelos dedos

cover infinito no meio.png

Prisão epifânica é um tipo de cárcere em que não sabemos que estamos presos. É só quando tentamos fugir que descobrimos que nossa vida, na verdade, é uma cela.

É a Caverna de Platão, a Matrix, a Seahaven Island de O Show de Truman, o Museu do Silêncio de Yoko Ogawa, o Fim do Mundo de Haruki Murakami.

Continuar lendo “O Infinito no Meio”: algo fundamental escapa pelos dedos

Anúncios