O Finisgeekis na BGS: uma espiada no futuro dos games

cover bgs.jpg

Esse domingo foi o último dia da Brasil Game Show, o maior evento de games da América Latina.

Como gamer de carteirinha, é uma convenção que sempre quis conhecer. Como cosplayer, é mais uma oportunidade de ouro para vestirmos nossas personas favoritas. Como paulista, não tinha motivos para dizer não. O Expo Center Norte, afinal, é logo ali.

Continuar lendo O Finisgeekis na BGS: uma espiada no futuro dos games

Anúncios

“Cosplay, Steampunk e Medievalismo”: muito além da fantasia

Steampunk-Star-Wars-Group-Photo.jpg
Grupo de cosplay steampunk Outland Armour

Hoje trago a vocês um artigo um pouco diferente.

Apesar de ser cosplayer e medievalista (do tipo que faz pesquisa acadêmica, não batalha campal), não tenho grandes fetiches pela Idade Média (como leitores do blog estão cansados de saber, é o Japão dos anos 1930 que me ocupa esse espaço).

Mesmo assim, é difícil seguir na profissão sem topar com aqueles que vestem (literalmente) o tabardo de outras épocas.

Continuar lendo “Cosplay, Steampunk e Medievalismo”: muito além da fantasia

‘Otakontro’: por dentro de uma convenção de anime

logo_otakontro.jpg

Não dá para negar. Convenções são uma das forças vitais da cena otaku. Sem esses espaços para conhecer novos fãs, adquirir merchandise e prestigiar as franquias que amamos, é muito provável que o anime não teria superado o seu terrível estigma de anos atrás.

De lá para cá, muita coisa mudou. Para aqueles que se lembram de como tudo começou, não necessariamente para melhor.

Continuar lendo ‘Otakontro’: por dentro de uma convenção de anime

4 coisas a se esperar das futuras convenções nerds

7996093530_ab6ca1c676_k
Fonte

Nenhum indivíduo que adentrou a Comic Con Experience (CCXP) na semana passada provavelmente saiu da mesma forma.

“Vai ser épico” foi um dos slogans do evento. Memes à parte, a descrição não ficou muito distante da realidade. A CCXP trouxe aos brasileiros um modelo de convenção ao qual nosso país ainda não estava acostumado.

Como alguém que frequenta esse tipo de evento há cerca de dez anos, não pude deixar de notar a diferença entre as celebrações de fandoms de nossas convenções tradicionais e a escala industrial, maciça e corporativa emplacada pela CCXP. Os gigantes do mundo do entretenimento, que antes conhecíamos apenas via VHS piratas, merchandise bootleg e releituras em fanart, montaram seus estandes para se comunicar diretamente com o público.

Continuar lendo 4 coisas a se esperar das futuras convenções nerds

É possível ser “velho demais” para ir a convenções?

Fonte
Fonte

Resposta curta: óbvio que não. Em um evento público, a entrada é liberada, e todos serão bem-vindos. Jovens de perucas coloridas e props gigantes de MDF são as últimas pessoas do mundo a julgar as outras pelas aparências.

Resposta longa: como todos que já estudaram marketing sabem, “todo mundo” não é um público alvo. Em um sentido literal, é evidente que convenções de anime, games e quadrinhos são abertas a qualquer um. Porém, na prática, estaria o estereótipo de que cultura nerd é coisa de adolescente de fato ultrapassado?

Continuar lendo É possível ser “velho demais” para ir a convenções?