“A Cidade da Luz”: algumas coisas pertencem à escuridão

cidade da luz.png

Tasuku é um “acompanhante de suicidas”. Por um módico pagamento, ajuda pessoas que desejam se matar a planejar sua partida – e a não mudar de ideia na hora H.

Tasuku não parece ter remorsos. Pelo contrário, leva seu “trabalho” com uma frieza assassina.  Porém, o que faria se um de seus “clientes” fosse alguém que conhecesse?

Continuar lendo “A Cidade da Luz”: algumas coisas pertencem à escuridão

Afinal, qual é a graça de séries sobre comida?

Isekai-Shokudou.jpg

Um jovem e um velho estão sentados num balcão. A comida que pediram, duas tigelas de lamen, acaba de chegar.

Sensei” pergunta o jovem “O que se come primeiro? O caldo ou o macarrão? ”

Continuar lendo Afinal, qual é a graça de séries sobre comida?

Uma aventura no Japão #10: quem tem medo do teatro noh?

noh 13

Você já deve­ ter ouvido falar do noh, o mais famoso e pomposo dos teatros japoneses.

Você já deve ter ouvido falar do noh, aquela ópera esquisita em que homenzarrões interpretam papéis femininos.

Você já deve ter ouvido falar do noh, cujas máscaras parecem saídas de um filme de terror.

Continuar lendo Uma aventura no Japão #10: quem tem medo do teatro noh?

Uma aventura no Japão #9: Sanja Matsuri: o festival dos yakuza

sanja 3

Cidades não são apenas lugares. São também comunidades de pessoas, teias de rotinas, confusão. A “selva de pedra” não é feita só de concreto. É orgânica, como um ecossistema.

Em Tóquio, a selva de pedra por excelência, isso fica evidente em seus festivais. E nenhum festival sacode mais a capital japonesa – no sentido literal da palavra – do que o Sanja Matsuri.

Continuar lendo Uma aventura no Japão #9: Sanja Matsuri: o festival dos yakuza

Uma aventura no Japão #8: finalmente Hiroshima

 

hiroshima bomba.jpg

Se você tivesse uma única oportunidade de ir ao Japão, que lugar que você não deixaria de visitar em hipótese alguma?

Para mim e para minha esposa, a resposta sempre foi óbvia: Hiroshima.

Continuar lendo Uma aventura no Japão #8: finalmente Hiroshima

Profissionais do Cosplay: Kath Cavalcante

18278479_1381355035266971_3905902370472505344_o.jpg

Nessa coluna, eu trago a vocês depoimentos daqueles que, de uma maneira ou de outra, se transformaram em “profissionais” do cosplay. Para alguns, foi uma atividade paralela, uma forma, muitas vezes, de custear os próprios trajes. Para outros, uma segunda vida fazendo aquilo que mais amam. Para outros, ainda, uma profissão à qual se dedicam noite e dia.

Kath Cavalcante é alguém que eu não conhecia de nome, mas com cujo trabalho já havia me deparado diversas vezes. A cosplayer é ninguém menos que a coordenadora do Chest of Wondersmaid café que marca presença em vários eventos – e possui até sua própria convenção.

Continuar lendo Profissionais do Cosplay: Kath Cavalcante